Desbravando o mundo dos cartórios - Digitalização caminha a passos largos

Índice do Artigo
Desbravando o mundo dos cartórios
Cartórios judiciais
Valores das custas ainda geram discussões
Cartórios menores não são ocupados
Digitalização caminha a passos largos
Participação
Todas Páginas

A atividade cartorial não poderia ficar excluída das inovações tecnológicas. Desde dezembro de 2013, está em vigor um novo Código de Normas de serviço para o serviço extrajudicial do Paraná, que busca a atualização e a adaptação à realidade digital dos cartórios. “A realidade digital permite agilidade e segurança, o que beneficia diretamente a toda a sociedade, verdadeira destinatária do serviço e detentora do interesse público”, justifica o TJ-PR.

Há selos digitais, formulários e certidões eletrônicas. Os cartórios também promovem back-up diário dos seus arquivos, para prevenir qualquer incidente. Para os cartórios de menor porte, o Fundo de Apoio ao Registro Civil de Pessoas Naturais (Funarpen) desenvolveu sistema próprio para possibilitar a integração e a efetivação dos atos por sistema de dados que vêm dando excelentes resultados. Os cartórios de maior porte contratam o sistema de dados com empresas especializadas, para conseguir maior rapidez e segurança.

Um aspecto positivo da digitalização foi a criação da central de certidões para o registro civil, que permite ao cidadão obter a segunda via desses documentos de forma rápida.